quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A C Farias, do Brasil para o Mundo.



O Stunt Riding é indiscutivelmente uma das modalidades mais espectaculares do motociclismo, é mais que uma modalidade. É um espectáculo!!!

O Stunt Riding, apenas "Stunt", ou ainda, "Freestyle", é uma daquelas modalidades que surgem devido à irreverência natural de algumas pessoas, um pouco à semelhança do Freestyle Motocross, também conhecido por FMX.

Este tipo de modalidades também se destacam por outro motivo. Qualquer motociclista, mais depressa ou mais devagar, faz facilmente uma volta a um autódromo, mas muito raros são aqueles que conseguem executar determinadas manobra de Stunt Riding, nem que seja por escassos centímetros.


Performances Stunt são altamente coreografada e pode ser rigorosamente ensaiada por horas, dias e às vezes semanas antes de uma apresentação.





































Não há como falar de Stunt Riding sem falar em um dos precursores da modalidade, António Carlos Farias, para muitos, apenas, A.C. Farias. Nascido no Brasil vivendo na Espanha quase há vinte anos, Farias foi a referência para toda uma geração de stunters que só depois de o verem executar determinadas manobras é que acreditavam ser humanamente possível a sua realização e treinavam para o imitar.

Hoje com 43 anos de idade, farias começou pilotando sua primeira "máquina" de duas rodas apenas com três anos, uma pequena bicicleta, mas foi com dezenove anos de idade que, ao adquirir uma bicicleta BMX, se integrou nessa modalidade e a sua vida mudou de rumo.

"Pratiquei durante alguns anos a modalidade em terra mas precisava de mais liberdade, por isso comecei praticar sobre o asfalto e o cimento, fazendo freestyle, isso permitia movimentar-me e fazer as minhas acrobacias onde me apetecia, sem estar limitado a uma pista distante do público." AC Farias



Tanto na classe BMX, como na classe BMX Freestyle, acabou por se classificar no "Top 3" brasileiro e foi em no ano de 1989 que se lembrou de começar a faze-lo de moto.

Estava nascendo uma nova modalidade, e foi A.C. Farias o seu principal impulsionador.

Em 1990 foi pela primeira vez a Espanha, passar férias à terra natal de sua mãe, Málaga, e foi lá que a Europa o viu, pela primeira vez, mostrar o que sabia, aos comandos de uma KTM 350.


A C Farias sofreu um grave acidente no grande festival de motos em 2008 na Espanha, á partir desta data, parou de participar profissionalmente, mas dedica-se a diversas modalidades esportivas.
A C Farias e Ney Farias, filho de peixe...

Cronologia
- Em 1989 A.C. Farias conquista o título de campeão brasileiro e em 1998 é considerado campeão europeu.
- Em 2000 o piloto brasileiro torna-se campeão do mundo e realizasse em Portugal a primeira prova oficial, tendo Paulo Martinho ganho o título de campeão nacional e ficado também na história da modalidade como o pioneiro português.
-1989 . Campeão do Brasil 1998 . Campeão Europeu
-2000 Campeão do Mundo de 2004 . Terceiro Lugar no Campeonato do Mundo
-2006 Tandem Campeão em Stuntwars da América
-2006 Quarta Stuntwars posição da América - Categoria Individual.
-2007 Segundo lugar no Campeonato do Mundo.
-2007 Segundo lugar no Campeonato Europeu.
-2007 o primeiro lugar na qualificação de Stuntwars América.
-2007 Segundo lugar no American XDL final do Campeonato em Las Vegas.

Fonte;

http://www.acfarias.net/

Nenhum comentário:

Postar um comentário